Inspiração!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016
Fonte: www.kaboompics.com
E hoje tudo se resume a uma só palavra: INSPIRAÇÃO!!! Ela acordou com ânsia de renovação, a vontade crescente da mudança...

O que ela negligenciou por anos está vindo em um turbilhão... E ela está se sentindo completa!
Ela finalmente entendeu o que é amar a si mesma... Amar verdadeiramente. Egoísmo? Não, amor próprio. Hoje é dia de Revolução! É dia de faxina. é dia de mudança.

Ela não se importa mais com a opinião alheia, então nem perca seu tempo. Se você vai ficar, ou se vai embora, é você quem decide... Ela percebeu que quem é de verdade sempre fica, por escolha e não por obrigação. A porta está aberta.

Ela está tomando as rédeas da própria vida. Seguindo o conselho do pai: "EU QUERO, EU POSSO, EU CONSIGO!" O pai sempre diz. Ela jamais esquecerá. E isso é o que a move.

Dia após dia, ela faz questão de se lembrar: Tome as rédeas da própria vida. Não desista, porque ninguém disse que seria fácil.

E ela está determinada. Porque a luta é por ela mesma. É o caminho dela, e ela não vai mais se anular pelos outros, vai viver para ela mesma.

Ana Carolina Rocha Carias

Doze de abril de dois mil e quatorze

segunda-feira, 29 de agosto de 2016
Fonte: www.kaboompics.com
E ela olhou seu reflexo no espelho, o que viu? Olhos tristes e um coração machucado emoldurados em um belo sorriso. Respira fundo e segue em frente, ninguém disse que seria fácil...

No relógio 2 da manhã. E lá está ela sentada à janela, conversando com a Lua. Sua amiga Lua, companheira fiel de inúmeras noites em claro. Ela é um ser noturno, a noite a completa, a faz pensar. Encarar o que se passa dentro dela. 

Acende uma vela e faz uma prece. Calada observa a chama dançante. E sente em seu peito um calor crescente, vontade de dançar. Ela se levanta e dança, sem música mesmo, pois a música está em seu coração.

No relógio 6 da manhã. E lá vai ela, andando pelas ruas vazias ao amanhecer. Pega o ônibus. Dentro dele pessoas com olhares vazios, seguindo para uma rotina vazia. O que os impede de buscarem seus sonhos? 

Nos ouvidos Carla Bruni canta, e no coração uma certeza, a solidão não é tão ruim quanto se parece. Ela ensina. Ela cura. Ela mata. Ela enlouquece. Depende da hora do dia e de doses de Amarula. 

Olha pela janela, o céu está lindo! Um pássaro voa ao longe. Ela queria ter asas, voar bem alto no céu. Sentir o vento acariciar suas bochechas, os cabelos dançando loucamente. Em breve terá, pois planeja fazer uma tatuagem... mas será que terá coragem? 

Lá vai ela, em meio a pessoas apressadas em uma manhã de segunda-feira. Tantas pessoas e nenhum afeto. Uma senhora a pára e pede um trocado para o café. Ela tira os fones dos ouvidos, dá um sorriso e acompanha a senhora a uma lanchonete. Um café com pão de queijo para uma estranha. Moradora de rua. Olhares espantados a acompanham. A repreendem. A julgam. Em que mundo estamos? É tão mais fácil julgar do que estender uma mão. 

No relógio 9 da manhã. E lá está ela, falando sobre Aids. Olhares atentos. Não posso gaguejar, pensa ela. Falar em público nunca foi fácil, ela sempre gagueja. Mas outras pessoas dependem dela, vale ponto pra todos do grupo. Respira fundo e vai lá, você consegue. 

No relógio meio dia. E lá está ela, presa em um congestionamento. Rotina diária. Você escolhe se estressar e xingar em vão, ou coloca os fones e se perde em pensamentos? A companheira da vez é Alanis Morrissette. Ela pensa na mãe, impossível não pensar. Alanis a lembra da infância, ouvindo a mãe cozinhar cantando. Ela sorri. Um homem a olha, achando que o sorriso foi para ele e sorri de volta, com malícia. Imediatamente ela se vira para a janela, alguns homens são tão inconvenientes. 

Ela chega em casa e os cachorros a impedem de entrar, querem carinho apenas. Ela então brinca com eles. Cães são tão carinhosos e pedem tão pouco em troca. 

Lá dentro, o irmão a espera com o dever de casa. Ela explica e corrige. Tira os sapatos. Ela ama estar com os pés no chão. Troca de roupa e vai preparar o almoço. 

No relógio 4 da tarde. Sua vez de fazer o dever. Tem um questionário para responder e enviar as respostas para sua monitora. Tem que estudar para duas provas importantes e uma apresentação. Ela está cansada, mas continua. Ninguém disse que seria fácil, ela se lembra novamente. 

No relógio 7 da noite. Lá está ela com os pais e o irmão em uma pizzaria. Ela toma suco de maçã. No celular o whatsapp chama. Seu irmão pergunta sobre Titãs e gigantes. A pizza chega. Seu sabor preferido, frango com catupiry. Agora o suco é de morango, mas ela pensa "queria suco de goiaba". 

No relógio 10 da noite, e lá está ela. Notebook ligado tocando Pitty. Ela ainda está acordada. Agora a companhia é boa, nada como ler um bom livro no silêncio da madrugada. 

Finalmente ela se deita. Nem sabe quantas horas são. Precisa dormir um pouco, amanhã terá outra apresentação e uma prova. Mas alguém aí sabe como desligar os pensamentos? Me ensina por favor?

Ana Carolina Rocha Carias 

TAG: 13 perguntas pessoais

domingo, 28 de agosto de 2016
Mais uma TAG que foi sugerida pel grupo super amorzinho SOTMB. Bora lá que o BEDA já está acabando!

1. O que costuma pedir no Starbucks? Aqui em BH não tem Starbucks, consequentemente nunca fui em uma :(

2. Qual item do seu armário você não consegue viver sem? Na verdade não tem nada que eu não conseguiria viver sem... Não sou muito apegada às minhas roupas e sapatos, por exemplo. Mas sou bastante apegada aos meus livros rsrsrs.

3. Diga uma coisa que as pessoas provavelmente não sabem sobre você. Eu já ganhei do meu namorado em uma briga de espadas. kkkkk

4. Diga uma coisa que você quer fazer antes de morrer. Conhecer a França.

5. Qual comida que você não consegue viver sem? Pizza!

6. Qual a frase que rege a sua vida? Eu quero, eu posso, eu consigo.

7. O que você gosta e não gosta sobre o YouTube? Na verdade tem mais coisas que eu não gosto do que gosto. Eu curto bastante ouvir músicas pelo Youtube, mas não tenho paciência para ficar assistindo vídeos.

8. Qual a música que mais ouve? Thinking Out Loud - Ed Sheeran

9. Como definiria o você estilo? Indefinido.

10. Número favorito: 2

11. Dois hobbies: Ler e Encadernação Manual Artística.

12. Duas coisas que te irritam: 1 - Quando me acordam fazendo barulhos altos/gritando. 2 - Quando mastigam de boca aberta/falam de boca cheia perto de mim.

13. Um prazer culposo… Sinceramente, não consegui pensar em nada.

Quem é Alice?

sábado, 27 de agosto de 2016
Fonte: www.kaboompics.com
Alice representa uma parte de mim que quero manter eternizada aqui, uma parte que existe, uma parte que não chegou a existir e uma parte que um dia existirá.
Alice representa um EU mais puro, delicado e sonhador. Alice representa a vida que se foi antes mesmo de existir. Alice representa os projetos que desistimos antes mesmo de começar.

Alice é um pedaço de mim, é a minha metade boa que permanece intacta, mesmo depois de tantas quedas. É a parte que continua acreditando num mundo melhor.

Alice representa a alegria em meio ao caos. A esperança, além do medo. A força para se reerguer depois da destruição.

Alice é forte, é segura, é corajosa. Alice não tem medo de ser quem ela realmente é, e nem de falar exatamente o que pensa. Alice é uma guerreira. Alice é a princesa que não precisa de um príncipe para salvá-la, ela mesmo decide enfrentar o dragão.

Pode parecer confuso, mas para o meu coração em cada palavra há um significado importante. E se hoje você está aqui, lendo isso, é porque eu consegui vencer uma grande barreira autoimposta. A Alice é mais forte até do que eu mesma pude imaginar.

Aqui irei deixar um pedaço de mim, da minha história, do que eu sou e do que sonho ser, para o futuro. Para Alice... Um dia você entenderá.  (não, eu não estou grávida... apenas decidi deixar transparecer uma parte de mim que poucos conhecem).

Entrevista com a autora Lilian Farias

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Oi gente, tudo bem? Hoje tem entrevista! Vamos conhecer um pouco mais sobre a autora Lilian Farias?

1 - Como foi seu primeiro contato com a leitura? E o que fez você querer ser autora? 
Não tenho recordação de meu primeiro contato, acredito que no âmbito escolar. Talvez uma parcela significativa da população tenha um pouco de autor em sei, mas o que me levou a publicar meus livros, diria que é algo recente, nasceu em 2010, quando apresentei um texto meu na aula de Teoria Literária, como pré-requisito para nota final da disciplina. Aquele dia foi crucial para mim, ver a reação das pessoas enquanto lia meu texto em voz alta.

2 - Com quantos anos começou a escrever?
Acho que comecei a escrever quando nas primeiras séries do ensino fundamental, mas sempre rasgava o que escrevia.

3 - Tem algum escritor/escritora que te inspira?
Não sei se teria algum escritor que me inspire, mas tem alguns que aprecio enquanto leitora e escritora. Clarissa Pinkola EstesChimamandaElisa LispectorClarice LispectorNelson RodriguesRolando ToroTeresa CárdenasConceição EvaristoJorge AmadoSimone de BeauvoirVirginia WoolfFlorbela EspancaHilda HilstCassandra RiosMagali PolidaElisa LucindaEduardo Galeano, enfim, são muitos... esses foram os que lembrei.

4 - Qual o seu livro preferido?
Tenho livros preferidos, e pela gama de opções, não teria como citar um único, além do mais, fico imaginado os que ainda não li. Então, vou dizer alguns livros que aprecio bastante: Mulheres Que Correm com os Lobos, Sejamos Todos Feministas, O Século do Vento, Olhos D’água, Cachorro Velho, a Autobiografia de Poeta-Escravo, etc.

5 - Para você, qual a melhor coisa em escrever? Por quê? Quais as dificuldades que você enfrenta quando vai escrever?
A melhor coisa é me sentir livre. Acredito que já somos educados num sistema repressor e a escrita é uma forma de quebrar esse sistema. Às vezes, me falta um pouco de tempo para construir melhor a concepção ideológica que pretendo dar ao texto. Nos últimos meses, isso tem sido frequente.

6 - Quais as dificuldades de ser um escritor atualmente no Brasil?
O que eu percebo enquanto leitora, estudiosa, educadora e professora é um reflexo literário da própria sociedade. Por exemplo, quantos autores nacionais negros são divulgados por grandes editoras no Brasil? Quantas autoras índias são divulgadas por grandes editoras no Brasil? Qual o percentual de população negra e produção negra no Brasil?
Há uma pesquisa bem interessante pela Universidade de Brasília que revela perfil dos escritores e personagens da literatura brasileira contemporânea e é bastante interessante pensar sobre o que dizem nessa pesquisa, não diria que é revelador, pois basta olhar com criticidade para as grandes editoras e comprovar o que está ali. Deixo aqui um trecho:

“A pesquisa revelou que os autores, na maioria, são brancos (93,9%), homens (72,7%), moram no Rio de Janeiro e em São Paulo (47,3% e 21,2%, respectivamente).Esse perfil médio do escritor brasileiro não é exatamente uma surpresa. A pesquisa inova ao dar números para o fenômeno, mostrando a dimensão do abismo que separa a diversidade da sociedade brasileira e sua efetiva presença na literatura. É a confirmação de uma hipótese que já se intuía: o campo literário ainda é um território para poucos.”

7 - Como foi o processo de escrita dos seus livros? Encontrou muitas dificuldades? Você demorou quanto tempo para escrever cada um?
O processo de escrita de O Céu é Logo Ali foi em quinze dias, mas a pesquisa durou dois anos, bebo muito das referências do pensamento biocêntrico para a construção do texto. Não tive dificuldades em escrever, diria até que foi uma ‘salvação’, pois, na época, estava concluindo a faculdade e me encontrava em total estresse por causa do TCC, fiquei 15 dias e 15 noites sem dormir e assim escrevi.

Já o livro Mulheres Que Não Sabem Chorar, foram quatro anos entre pesquisa, entrevistas (pois as histórias são reais) e escrita.

Meu novo livro, já tem quatro anos que o escrevo. Pretendo terminá-lo este ano.

8 - Você teve momentos de falta de inspiração, em que “travou” durante a escrita?
Às vezes fico um pouco cansada, tudo o que preciso é esvaziar a mente para recomeçar. Digamos que estou neste momento.

9 - Poderia nos contar um pouco do seu livro, O Céu é Logo Ali?
O livro O Céu é Logo Ali  surge de conversas, diálogos e um momento de encontro com a filosofia biocêntrica. É um livro que trata de várias temáticas em personagens inexistentes, apenas um, o que não tem nome, que pode ser a representação do próprio leitor.

10 - Qual a sensação ao terminar um livro? E a de receber as críticas, positivas ou negativas?
A sensação é de parir, mas sou o tipo de mãe ave, daquelas que soltam os filhotes e deixa que eles aprendam a voar só. Quando finalizo a escrita, não leio mais o livro. As críticas são naturais, vem de todos os lados e de todas as formas, não vejo como uma Poliana, mas também não acho algo aterrorizante, acho normal.

11 - Tem algum trabalho futuro chegando? Se sim, poderia nos falar um pouco dele?
Sim, meu novo livro, ainda estou em fase de pesquisa e entrevista, mas já tem bastante coisa escrita, se baseia, como em Mulheres Que Não Sabem Chorar, em fatos reais, mas por enquanto, é o que posso dizer.

12 - E para fechar, manda uma mensagem para os seus leitores!
Deixo aqui o trecho de um livro que aprecio bastante:

"Fico perplexa com o fato de as mulheres hoje em dia chorarem tão pouco e, quando o fazem procuram justificativas. Fico preocupada quando a vergonha ou desabito começam a eliminar uma função natural. Ser uma árvore florida e estar cheia de seiva é essencial, senão você pode se quebrar. Chorar faz bem, e é certo. Chorar não cura o dilema, mas permite que o processo continue em vez de entrar em colapso." (Clarissa Pinkola Estes, trecho do livro Mulheres Que Correm Com Os Lobos)

Você pode conferir a minha resenha do livro O Céu é Logo Ali, da Lilian Farias.

E então, o que acharam da entrevista? Tem alguma pergunta para a Lilian? Deixa aí nos comentários! Beijos.

TAG: 31 perguntas para quebrar um silêncio constrangedor

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Essa TAG é um dos temas sugeridos para posts que vi lá no grupo super amorzinho Se Organizar, Todo Mundo Bloga e eu decidi fazer aqui no blog porque é sempre bom ter algumas ideias pra se livrar daquele momento constrangedor...

1. Você gosta de coentro ou acha que tem gosto de sabonete? Na verdade eu não faço ideia de qual é o gosto do coentro, então...

2. O que você acha de áudios do WhatsApp? Eu até curto quando me mandam... Mas quando eu mando, SE-NHOR! Minha voz fica horrorosa e com o sotaque beeem carregado (bem mais que o normal!).

3. Você também comia o chocolate da Turma da Mônica pelas bordinhas? Não me lembro muito dessa época kkkkk Mas eu comia (como até hoje!) tortuguita pelas bordas... Tem todo um ritual: primeiro as patas, depois o rabinho e por último a cabeça. kkkkkk

4. Qual é a melhor consoante do alfabeto? N 

5. Qual é a primeira rede social que você vê de manhã? Whatsapp. Às vezes o Instagram.

6. Você acha que existe alguma bala melhor que 7 Belo?  Fini! Qualquer uma! e  Butter Toffee de chocolate e caramelo.

7. Que cor você acha menos confiável? Marrom. Acho uma cor meio blé.

8. Qual foi o último filme que você viu e odiou? Enterrado Vivo. E olha que assisti esse filme há uns 6 anos atrás e não me esqueço do quanto foi ruim kkkkk O filme tem 1h20 de duração e passa praticamente no mesmo cenário, mostrando o rosto do cara dentro de um caixão!!!



9. Qual animal parece mais simpático, um pato ou um golfinho? Nenhum dos dois! kkkk prefiro cachorrinhos e gatinhos! 

10. Toddy ou Nescau? Toddy. Nescau é muito forte. kkkkk

11. Você acha que bebês conversam uns com os outros? Claro! Ficam rindo dos adultos que fazem caretas e conversam com vozinhas bobas (me incluo nessa, confesso), e quando não tem ninguém por perto eles fazem planos para dominar o mundo!

12. Sabia que todo mundo é feito de poeira de estrelas?


13. Ouro Branco ou Sonho de Valsa? Pode escolher os dois? Gente! Chocolate é vida, chocolate é amor. É claro que vou querer todos!

14. Qual era seu desenho favorito na infância? O anime Guerreiras Mágicas de Rayearth! 

15. Que série você jamais reveria? Que eu já vi e não reveria acho que não tem, mas eu não veria Hannibal... Não dá!

16. Qual personagem do Harry Potter você menos gosta? Dolores Umbridge! Que mulher mais nojenta!

17. Qual é sua opinião sobre barrinhas de cereal? Quero!

18. Com quem você dividiria um Bis? Eu sempre divido com o boy. 

19. O que você faria se achasse R$ 50 na rua? Pizza e sorvete!

20. Quanto tempo uma comida precisa estar na geladeira para você considerar ela velha? Depende... Arroz, feijão e coisas do tipo acho que de dois a três dias no máximo.

21. Qual é seu número preferido? 2

22. Qual é o aplicativo mais inútil do seu celular? TV Digital... Nunca assisto TV pelo celular kkkk

23. Quem você tiraria do elenco de “Friends” se fosse obrigado? Meu bem, eu não sou obrigada a nada! E não tiraria ninguém do elenco de Friends!

24. Você é contra ou a favor de comer macarrão com arroz? Não me incomoda.

25. Qual foi a última vez que você precisou usar a Fórmula de Bhaskara? Na prova do vestibular.

26. Você acha que dá para morrer de overdose de rúcula? Sei lá!

27. Quanto tempo você levou para entender como funciona o Snapchat? Demorei um tempo pensando em várias formas de responder essa pergunta... Mas simplesmente vou dizer que não vou perder o meu tempo com Snapchat porque acho bem besta.

28. Qual é sua opção favorita no restaurante por quilo? Strogonoff e pudim de leite condensado.

29. Você gosta de “Sorry” do Justin Bieber? Dá pra aguentar.

30. Você prefere passar muito frio ou muito calor? Frio sempre! Dá pra agasalhar e ficar tranquilo, agora muito calor, nem se ficar pelado resolve!

31. Você está dormindo e sobe uma barata na sua cara. Você prefere continuar dormindo e nunca saber ou acordar e fazer alguma coisa? Prefiro nunca saber, porque se eu souber jamais vou conseguir voltar a dormir! kkkk

Você já teve que encarar aquele silêncio constrangedor? O que fez pra quebrá-lo? Tem mais alguma sugestão de pergunta? Diz aí nos comentários! Beijos.

Resenha: Adriana Sydor, toda prosa

quarta-feira, 24 de agosto de 2016
Foto pessoal, favor não reproduzir 

Título: Toda Prosa
Autora: Adriana Sydor
Gênero: Crônicas
Número de Páginas: 240
Editora: Travessa dos Editores
Skoob






Hoje venho falar sobre a minha leitura de Toda Prosa, o livro de Adriana Sydor. É um livro de crônicas escritas em primeira pessoa e que falam sobre diferentes assuntos: insônia, lembranças, faxina, vizinhos, despedidas, piquenique, acampamento, chuva, amizade, filhos e outros tantos elementos presentes em nosso cotidiano.

Assim que recebi o livro, a primeira coisa que me chamou a atenção foi o seu formato. Esse livro é um pouco mais estreito em sua largura que a maioria dos livros que vemos por aí. A diagramação está impecável, com papel em gramatura e tamanho de fonte bem agradáveis à leitura.

Foto pessoal, favor não reproduzir
Mas infelizmente, o livro em si não funcionou para mim. Dei três estrelas, pois o fato da autora escrever o livro inteiro apenas em letras minúsculas, assim como o excesso de pontuação me incomodou demais e atrapalhou a minha leitura. Senti que a leitura não fluiu bem e isso me deixou bem frustrada, pois não consegui passar da página 12 . É realmente uma pena.

O livro possui trechos escritos à mão, o que achei muito bacana, pois dá ao livro um ar mais dinâmico e intimista. E em alguns momentos você se vê completamente inserido na forma da autora de viver e ver o mundo. Você literalmente enxerga com os olhos dela.

Foto pessoal, favor não reproduzir
Espero que o livro tenha funcionado para outras pessoas, pois ele fala sobre sentimentos de uma forma tão delicada que vale a pena ser lido.

E você, já leu Toda Prosa? Me fale das suas impressões e se o livro funcionou para você. Beijos.

52x5 - Semana 10: Minhas comidas preferidas são...

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Bora com mais um post do Projeto 52x5 (clique aqui para conferir a lista de temas do projeto e os posts que eu já fiz) e o tema de hoje é sobre as minhas comidas preferidas. Esse foi de longe o tema mais fácil de fazer, afinal comer é algo que eu amoooo.

1 - Creme de açaí
Eu já fui muito viciada em creme de açaí. Hoje nem tanto, mas teve época em que eu tomava todo santo dia. Sim! Mas como a grana foi ficando curta... tive que reduzir a frequência. Mas o amor continua aqui, intacto.

2 - Hamburguer
Não podia faltar na lista. Quem teve a brilhante ideia de criar o hambúrguer deveria ganhar um beijo! Coisa divina!

3 - Lasanha de frango
Porque lasanha é vida! E quando é de frango então... é de comer ajoelhada e agradecendo.

4 - Sorvete de flocos
Aqui eu poderia colocar várias outras coisas. Mas nada supera um bom sorvete de flocos com cobertura de morango! E bastante confeito por cima! Sim, se eu pudesse teria sorvete de flocos todo dia EVER!

5 - Pizza.

"É uma religião. É um estilo de vida".

As Gilmore bem sabem... Pizza é uma maravilha! É coisa divina! Qualquer pizza é boa (sem cebola por favor!), mas a pizza de frango com catupiry é e sempre será a minha preferida! Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por essa maravilha! Um dia me perguntaram qual comida escolheria se eu tivesse que comer a mesma coisa pro resto da vida. Qual foi a resposta? Claro que foi pizza de frango com catupity! E bastante ketchup!

Já deu pra perceber que as minhas escolhas não são nada saudáveis, né? E eu não ligo! Quero mais é ser feliz, porque comer é a melhor coisa (dormir também, mas hoje o assunto é comida!). Fazer esse post deu até fome...

E aí, quais as suas comidas preferidas? Me diz aí nos comentários!

Compartilhe amor, doe sangue! #doesangue

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Sempre vemos várias campanhas de conscientização para doação de sangue por aí, mas a verdade é que a demanda ainda é muito maior do que o número de doadores. E pensando nisso decidi falar sobre isso aqui no blog hoje. Eu pretendo ir doar sangue em breve e achei interessante trazer algumas informações para quem também deseja doar.

O hábito de doar sangue requer responsabilidade, compromisso e, principalmente, solidariedade – qualidades que já nascem com a pessoa ou que podem ser cultivadas desde a infância e mesmo despertadas pelo exemplo alheio. Ou quando a necessidade bate à porta. O ato traz benefícios para todos: hospitais, pacientes e sociedade, além de dar mais segurança ao cidadão que, a qualquer momento, pode necessitar de transfusão. E quem não pode doar, também pode dar sua contribuição, conscientizando outras pessoas sobre a importância e necessidade desse grande gesto. Se você gostaria de ajudar, procure um posto de doação na sua cidade!

Como faço para doar?

❥ É preciso levar documento oficial de identidade com foto.
❥ Ter, no mínimo, 16 anos completos e no máximo 69 anos. (Para os doadores menores de 18 anos, é necessário a presença e o acompanhamento de um dos pais ou responsável legal durante o processo de doação).
❥ O doador não deve estar em jejum, e evitar alimentos gordurosos, por pelo menos 3 horas antes da doação. É recomendável que se faça uma uma refeição leve.
❥ O doador deve pesar no mínimo 50 kg.
❥ A menstruação normal não impede a mulher de fazer a doação.

Quem não pode doar?

Impedimentos temporários:

❥ Gravidez.
❥ Pós-parto (parto normal: 90 dias, cesariana: 180 dias).
❥ Mulheres em fase de amamentação.
❥ Pessoas gripadas ou resfriadas.
❥ Pessoas com febre.
❥ Pessoas com anemia.
❥ Pessoas que fizeram ingestão de bebida alcoólica no dia da doação.
❥ Pessoas que fizeram tatuagem ou piercing: aguardar o período de 12 meses.
❥ Pessoas com comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis: aguardar o período de 12 meses.
❥ Pessoas fazendo uso de alguns medicamentos.

Impedimentos definitivos:
❥ Hepatite após os 11 anos de idade.
 Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
❥ Uso de drogas ilícitas injetáveis.
❥ Malária.

Intervalo entre as doações:
❥ Homens – 60 dias (pode fazer até 4 doações por ano).
❥ Mulheres – 90 dias (pode fazer até 3 doações por ano).

Após a Doação:
❥ Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas
❥ Aumentar a ingestão de líquidos
❥ Não fumar por cerca de 2 horas
❥ Evitar bebidas alcoólicas por 12 horas
❥ Manter o curativo no local da punção por pelo menos de quatro horas
❥ Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho

Onde doar sangue: Hemominas
Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 321 – Bairro: Santa Efigênia – Cep: 30130110
Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira: 7h às 18h
Telefone: (31) 3768-4500
Fax: (31) 3226-3002

Entrevista com Kézia Martins

domingo, 21 de agosto de 2016

Kézia Martins nasceu em Rondônia, em uma cidadezinha afastada de tudo, chamada Colorado do Oeste. Publicou seu primeiro livro em 2015 gratuitamente para seus leitores e pessoas que possam ter interesse em suas palavras. A Kézia é administradora da página Leitores Anônimos  dona da página Leitura e Afins e do blog Buscando Sonhos. Ela já foi jornalista, apesar de nunca ter feito faculdade e está pensando em seguir esse ramo futuramente com a faculdade, além da escrita. Ela também é ilustradora. Kézia também trabalha na internet como Colunista dos sites e blogs: Namorada CriativaSuperelaPausa Para Um Café e Desejo Adolescente. Está terminando seu segundo livro que, dessa vez, pretende publicar nas livrarias.

Confira a entrevista com a autora, Kézia Martins:

1 - Como foi o seu primeiro contato com a literatura? 
Não comecei a ler desde nova, como outros muitos escritores. Na verdade, eu ODIAVA ler. Quando eu era menor, meu negócio mesmo era desenhar e assistir TV (uma coisa que me arrependo muito hoje em dia), livro pra mim era só gibis (e ainda era uma leitura difícil), isso foi até meus 12 anos de idade, quando uma amiga/vizinha me apresentou a série Harry Potter. Esse foi o primeiro livro que li, de fato. O livro que nos faz ficar preso a cada página e nos faz descobrir o que é realmente uma leitura prazerosa, o tipo de livro que conseguimos descobrir que o problema não estava na gente, mas sim nos gêneros literários que nos mandavam ler. Harry Potter está comigo até hoje e cada dia aprendo mais com esse livro.

2 - Com quantos anos começou a escrever? 
Foi com uns 14 anos, logo depois que comecei a criar gosto pela leitura. Descobri o blog Depois dos Quinze e me apaixonei pelo jeito que a Bruna escrevia (sabiam que o blog antigamente se chamava BrMaybe?) e todo o sentimento verdadeiro que ela colocava no texto. As minhas palavras não surgiram por causa de um amor doloroso, foi por simplesmente vontade de escrever algo que eu ainda não sabia como dizer.

3 - Você se inspira em alguém quando vai escrever? 
Sim. Meus textos nunca são totalmente sobre mim, muitos deles nem chegam a falar de mim. O que eu escrevo é o que eu penso sobre determinado assunto, misturado com um acontecimento de algum amigo, de alguma conversa que ouvi no banco do ônibus, algum fato televisivo, algum desabafo repentino, são essas as minhas histórias. São pequenas histórias de todo mundo.

4 - Tem algum escritor/escritora que te inspira?
Sim. Bruna Vieira, ela foi a pessoa que me fez começar a escrever, mas também me inspiro muito na J.K., pro ter me feito descobrir esse universo mágico que é a leitura, e a Sophia Kinsella, que descobri a “pouco” tempo e que me fez ver o tipo de gênero literário que quero escrever a partir de agora. Quero poder arrancar, assim como ela, risadas e sorrisos sinceros na leitura.

5 - Quais as dificuldades que você enfrenta quando vai escrever? 
A maior dificuldade é essa procrastinação que tenho com a escrita. Não é porque eu não quero, é porque sempre acabo fazendo outra coisa que não deveria ser feita na hora. Ou até mesmo quando eu QUERO MUITO escrever, mas as palavras não vêm do modo certo, do modo que eu imaginava. O que é estranho, às vezes não parece que sou eu quem escrevo, às vezes parece que tem alguma força que me guia e não me faz parar até chegar no ponto final certo.

6 - Qual o seu livro preferido? 
Harry Potter, não tem como não falar dele kkkkk. Também gosto muito de A Seleção, acho que é porque eu sempre fui viciada na Cinderela quando pequena kkkkk.

7 - Quais as dificuldades de ser um escritor atualmente no Brasil? 
As editoras em si, os meios de divulgação. Tem muito escritor bom e desconhecido por ai, escritores que já escreveram livros incríveis, mas que não fizeram tanto sucesso assim, porque não foram divulgados o suficiente. Se você quiser ter seu livro publicado por uma editora com um público bom, você também tem que ter um público bom, senão o jeito é pagar pelo seu livro, para que a editora publique ele e divulgue por alguns dias. Sem contar nas editoras caloteiras que pegam o dinheiro do escritor e não se tem mais notícia dela.

8 - E para fechar, manda uma mensagem para os seus leitores! 
Obrigada por serem tão incríveis! Obrigada pelas palavras que depositam em mim, pela confiança que me dão e pelo carinho enorme. Eu só tenho que agradecer, pois vocês já me ajudaram em coisas incríveis e me fizeram ganhar muitas outras. Antigamente eu escrevia só para mim e achava isso bom, mas hoje vejo que bom mesmo é encontrar pessoas que conseguem entender nosso coração. Vocês são minha inspiração!

Gente, ela não é um amor?  Impossível não se apaixonar! Enfim, parece até injustiça eu vir aqui pra falar de um livro que você não pode encontrar na livraria mais próxima ou comprar pela internet. Mas querem saber? A autora disponibiliza esse livro em ebook, no formato PDF para baixar! SÉRIO!  É só clicar aqui e você será direcionado para o tumblr da Kézia (e lá tem textos dela e outras coisinhas para se apaixonar ainda mais!).

Kézia, eu não menti quando disse que virei sua fã! Mulher, não pare de escrever nunca na vida! E não deixe mais nada na pasta de “Textos nada a ver”, definitivamente eles têm tudo a ver, e podem ser exatamente o que alguém precisa ler naquele momento da vida.  E pelamordedeus publica Palavridario porque eu PRECISO dele pra vida inteira! E todas as pessoas do mundo precisam ler esse livro! E quero autógrafo! E quero mais amor traduzido por suas palavras! 

Resenha: Palavridario - Kézia Martins

sábado, 20 de agosto de 2016

Hoje estou aqui para falar da última leitura que fiz e que estou simplesmente encantada! A autora Kézia Martins me mandou o ebook do livro dela para ler e achei tão fofo que precisava falar dele aqui!

É um livro de contos e crônicas, pequeno e de fácil leitura (possui 73 páginas, que li em menos de 1 hora!). Ele tem cada ilustração mais fofa que a outra. 

Título: Palavridario
Autora: Kézia Martins
Gênero: Contos, Crônicas, Literatura Brasileira
Número de Páginas: 73
Editora: Publicação Independente








Gente, preciso dizer: quanto amor em um livro!  Sabe quando cada palavra contida em um livro flutua livremente para a alma e te aquece o peito? Se você não sabe, meu amigo sinto lhe dizer: você está perdendo uma das melhores sensações do mundo! Antes de ler Palavridario eu também não conhecia essa sensação. E nossa! Parece que eu despertei para um mundo completamente novo! Acima de tudo, Palavridario foi para mim, um livro de reflexões. Eu realmente me vi em cada linha que li, e isso mexeu comigo de uma forma que eu jamais esperaria!

Não fique com as pequenas frases já ditas por milhares de bocas, fique com os grandes textos pouco lidos. Se você conseguir entender, este se eternizará em seu coração. Desculpe pela complicação, mas de criança nasci frase pra crescer verso, virar texto e me tornar livro. Quero ser o tipo de livro que ficará guardado em sua estante ou coração, sem devolução ou empréstimo. Quero ser aquele seu livro favorito ao qual você sentirá vontade de ler milhares de vezes e ainda assim, continuará apaixonado pelas páginas.

Não é segredo para ninguém que eu sou extremamente emotiva (mesmo tentando me fazer de durona às vezes), e que praticamente todos os livros que leio mexem comigo. Mas fazer o quê se eu leio com o coração e não com a razão? EU SOU TODA CORAÇÃO! 

Mas Palavridario realmente me tocou. Me fez refletir sobre mim, sobre quem sou eu, sobre a vida que levei até chegar aqui, sobre a forma como encaro meus sentimentos. Não, esse não é um livro de autoajuda. Mas me ajudou muito! Em questões que nem eu mesma tinha coragem de encarar de frente.

Entre rimas e questionamentos que nos levam à diversas reflexões, Palavridario é aquele livro que quando você acaba de ler você precisa daquele tempo pra pensar sobre a sua vida. Confesso que demorei três dias para conseguir escrever sobre ele, tamanho foi o impacto dele em mim. Tanto que o blog ficou parado. Ressaca literária sim, mas gente, como eu precisava dessa leitura!

Então gente, é isso… Espero que gostem da minha dica de leitura tanto quanto eu. E se você gostou, deixa aqui nos comentários a sua opinião! Vou adorar saber o que você achou! Beijos.

TAG: Versatile Blogger Award

quinta-feira, 18 de agosto de 2016
Oi gente, tudo bem? Hoje eu vim responder mais uma TAG (eu adoro!). Fui indicada para essa TAG pela Maria Luiza, do blog Meu Diário de Leitura (Obrigada Malu! Amei ser indicada por você! ).

As regras são as seguintes:
 Agradeça ao blogueiro que te indicou.
 Inclua em seu post um link de volta ao blog que o indicou.
 Nomeie 15 blogueiros que você descobriu recentemente ou que você siga regularmente.
 Avise aos blogueiros que foram indicados.
 Compartilhe 10 fatos sobre si mesmo.
 Adicione a imagem do prêmio Versatile Blogger Award no seu post.

Bom, eu adoro responder tags, é super divertido e é uma ótima forma de conhecer um pouco mais sobre o blogueiro! Então, aí vão os 10 fatos sobre mim:

1 - Tenho uma tatuagem na clavícula esquerda (um pássaro inspirado numa música dos Beatles: Blackbird. E a frase “Blackbird fly” logo abaixo do pássaro).
2 - Tenho um irmão mais novo que se chama João Emmanuel e tem 11 anos.
3 - Tenho um cachorro que se chama Thor (mas que está mais para Coragem, O Cão Covarde rsrs).
4 - Sou APAIXONADA por biologia!
5 - Tenho um gosto musical bem eclético, mas sempre prefiro o rock.
6 - Sou aquela típica pisciana: romântica, sonhadora, super emotiva, sensível (mas vivo me fazendo de durona), carinhosa… enfim, sou aquela que vê (e coloca) corações em tudo (acho que já deu pra perceber, né? rsrsrs).
7 - Estou escrevendo uma trilogia.
8 - Estou namorando. 
9 - Sou super tímida, mas sempre tento superar a timidez.
10 - Eu amo ilustrações. Com certeza terão muitas ilustrações minhas por aqui. 

Enfim, esses são os 10 fatos sobre mim… E eu vou indicar os 15 blogs que eu SEMPRE acompanho:


E aí, o que acharam? Tem alguma curiosidade ou comentário? Deixa aqui embaixo que eu vou adorar responder! Beijos.

Resenha: Traída - Vol 2 da Série House of Night - P. C. Cast e Kristin Cast

quarta-feira, 17 de agosto de 2016
Traída é o segundo livro da série House of Night (confira a resenha do primeiro livro, Marcada aqui), e por ser uma continuação essa resenha terá spoilers sobre a série, se você não leu o primeiro livro, por favor não leia a resenha.

Título: Traída
Título Original: Betrayed
Série: House of Night - Vol 2
Autoras: P. C. Cast e Kristin Cast<
Gênero Romance, Young Adult, Fantasia
Número de Páginas: 344
Editora: Novo Século
Skoob


Sinopse: No segundo volume da série House of NightZoey se acostuma com a House of Night e sabe que foi abençoada com vastos poderes, mas quando começa finalmente a sentir-se integrada entre os amigos e é escolhida para líder das Filhas Negras, o impensável acontece: a House of Night é acusada de mortes misteriosas de alguns adolescentes humanos. Quando a tragédia chega à Morada da Noite, a jovem precisará de coragem para enfrentar a traição que ameaça o seu coração, a sua alma… e o próprio mundo que a acolheu.
Nesse segundo livro da série House of Night depare-se com novos mistérios, surpreendentes emoções e muita sensualidade.


"Aquilo que nos traz mais honra também traz a maioria dos problemas."

Um mês se passou desde que Zoey foi marcada e chegou à Morada da Noite. Desde então, muitas coisas mudam em sua vida, o que só faz aumentar as suas responsabilidades. Agora líder das Filhas das Trevas, Zoey sente a necessidade de reformular o grupo e fazer com que seja algo de que todos sintam orgulho, tornando-o um lugar mais justo.

Finalmente Zoey se sente acolhida e encontra nas amizades de Stevie Rae, Damien e as gêmeas o afeto e a sensação de se encaixar em um lugar que tanto procurava. Descobre que possui afinidade com os cinco elementos e cada um de seus amigos também despertam afinidade com um elemento, fazendo assim com que se tornem um grupo extremamente unido e forte.

Agora ela está namorando Erick, que também é vampiro (um dos mais gatos da Morada da Noite, preciso dizer), evitando Heath (e fracassando horrivelmente nessa tentativa) e agora aparece Loren Blake, professor e vampiro poeta laureado, que a seduz com seu charme e suas poesias. Que bagunça emocional, hein Zoey?

E se não bastasse essa bagunça em que Zoey se meteu, alguém está raptando adolescentes humanos e matando-os, tentando jogar a culpa nos vampiros da Morada da Noite.

O final do livro é de deixar sem ar e com um aperto enorme no coração. A traição foi tão bem formulada que eu jamais pensaria que viria de onde veio! E ainda teve um momento do livro em que eu daria qualquer coisa para mudar o que eu estava lendo, chorei horrores e não conseguia acreditar (eu chorando enquanto leio? Nenhuma novidade! kkkk).

Enfim, Traída é um livro surpreendente, e na minha opinião é bem melhor que Marcada (apesar de algumas repetições e clichês que achei desnecessários, mas é super irrelevante se comparado com o resultado final).

Leitura super recomendada! E você, já leu Traída? O que achou? Me diz aqui embaixo nos comentários que eu vou adorar saber! Beijos.

52X5 - Semana 9: Pessoas que eu gostaria de conhecer/ter conhecido...

terça-feira, 16 de agosto de 2016

O post de hoje é mais um tema do Projeto 52x5 (clique aqui para conferir a lista de temas do projeto e os posts que eu já fiz) e é sobre as pessoas que eu gostaria de conhecer ou ter conhecido.

1 - Meus avós maternos

Foto pessoal, favor não reproduzir 
Joaquim Sebastiana, os pais da minha mãe. Eles faleceram antes do meu nascimento. Tenho uma ligação muito forte com a minha família, mas tudo o que eu sei sobre eles são lembranças de outras pessoas e eu queria muito ter conhecido eles. Sei que foram pessoas incríveis.

2 - J. K. Rowling

via Independent
Com certeza eu gostaria de conhecer a autora que criou a série Harry Potter, o meu universo literário preferido!

3 - Emma Watson

via Independent
Quem não era fã da Hermione? Desde o primeiro filme de H. P. me identifico profundamente com a Hermione! E queria muito conhecê-la também, mas fora do universo de Harry Potter... Emma Watson é embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres e fez um discurso arrasador no lançamento do HeForShe, que é um movimento de solidariedade mundial em apoio aos direitos das mulheres e à plena igualdade entre mulheres e homens.

4 - Angelina Jolie

via Reprodução
Sou muito fã da Angelina Jolie, ela é na minha opinião uma mulher incrível e uma inspiração em vários assuntos. Ela possui um talento inegável como atriz e diretora, além de ser uma referência quando o assunto é Ação Humanitária. Nomeada como Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, Angelina já visitou mais de 30 países, onde chegou a arriscar a vida, e desenvolveu um trabalho em Washington que tem procurado legislar a assistência aos refugiados em regiões de conflito do mundo todo.

5 - Beyoncé

via Giphy
Pra mim a Beyoncé é a diva das divas! Adoro as músicas dela, cheias de atitude e poder! A minha música preferida dela é Pretty Hurts, que fala sobre a ditadura da beleza. Beyoncé se juntou a Salma Hayek e Frida Giannini para criar o Chime for Change, projeto de promoção da educação, saúde e justiça a mulheres. Seu histórico de envolvimento filantrópico e a carreira de sucesso a fizeram ser considerada a 17º celebridade feminina mais poderosa de todo o mundo pela revista Forbes.

Book Trailer (Fan-Made) de Sangue de Princesa, de Mayrluci M. Kappes

domingo, 14 de agosto de 2016
O Book Trailer (fan-made), feito pela autora Mayrluci M. Kappes e divulgado no grupo do facebook Sangue de Princesa, contém passagens do livro, e consegue perfeitamente ilustrar o que muitas de nós imaginamos durante a leitura. E os atores que ela escolheu para se inspirar e representar os personagens, minha gente? Quem aqui também ama o Dominic Sherwood? Também teve um mini treco quando viu ele no Book Trailer? Ele representa o Príncipe Matthew e Douglas Booth representa o Comandante Cassian. Já a Aurora é representada por uma modelo lindíssima, mas que eu não sei o nome, se alguém souber me diz, ok?

Para assistir ao book trailer (fan-made) é só
 dar o play!



E para quem ficou curioso, o livro está disponível para compra na Amazon! Vai perder essa? Quer saber o que eu achei do livro? Tem a resenha de Sangue de Princesa aqui no blog e uma entrevista com a autora

E aí, o que acharam do book trailer? Beijos

Entrevista com a autora Mayrluci M. Kappes

sábado, 13 de agosto de 2016

Hoje tem entrevista! E então, vamos conhecer um pouco mais sobre a autora que conquistou o meu coração com Sangue de Princesa?

Autora da Trilogia ReinadosMayrluci Morgana Kappes nasceu no dia 24/02/1994 em uma cidadezinha no interior do estado do Paraná, é formada em Tecnologia em Agronegócio e vive basicamente de administrar o sitio de seus pais. Em seu tempo livre gosta de ler e escrever, sair com o grupo de jovens da igreja e namorar.

1 - Como foi o seu primeiro contato com a literatura?
Sempre fui apaixonada pela literatura, mas foi mesmo há quatro anos que comecei a devorar livros e desde lá, não mais consegui parar.

2 - Com quantos anos começou a escrever?
Desde 2014, quando em uma noite de semana pensei. – AAAAA! Em minha estante não tem nada de novo para ler! – foi ai que começou toda essa loucura de eu escrever sobre a vida de Aurora.

3 - Você se inspira em alguém quando vai escrever? 
Se eu disser que os personagens masculinos foram inspirados em atores de cinema estaria dizendo uma blasfêmia. Inspirei-me para escrever sobre Cassian Matthew pensando em meu namorado Thiago que é e sempre será meu príncipe, mas já que sou muito ciumenta não irei postar fotos dele em nenhum lugar para vocês queridas, porém aqui estão os nomes de alguns atores de cinema e modelos de passarela para as senhoritas se inspirarem... (Douglas BoothTim BorrmannColton Haynes) e para Aurora penso que Kaya Scodelario seria uma ótima representante. 

4 - Tem algum escritor/escritora que te inspira? 
Sim. FML Pepper me inspirou a usar palavras mais bonitas, Kiera Cass me inspirou no quesito romance, Tahereh Mafi me inspirou a pensar em como posso ser surpreendente em meu livro e John Green me inspira a querer escrever partes de meu segundo e terceiro livro que talvez façam algumas pessoas chorarem (Risos maléficos da autora).

5 - Quais as dificuldades que você enfrenta quando vai escrever? 
Às vezes reunir todas as ideias loucas que tenho no papel fica difícil, porém encontro dificuldade mesmo em escrever cenas que explicam algo sério.

6 - Qual o seu livro preferido? 
Se eu disser que apenas amo um livro, estaria mentindo. Então ai vai minha listinha: 
Sangue de Princesa (Meu);
Trilogia A Seleção (Kiera Cass);
Trilogia Estilhaça-me (Tahereh Mafi);
Red Queen (Victoria Aveyard);
Procura-se um Marido (Carina Rissi);
Trilogia Não Pare! (FML Pepper), entre outros...

7 - Quais as dificuldades de ser um escritor atualmente no Brasil? 
Uma das dificuldades que creio que exista hoje é um pré conceito formado pelos leitores tanto pelas editoras brasileiras, que deixam quase sempre as obras brasileiras em segundo parâmetro, tomando como preferência livros traduzidos de outros países ao invés de publicar ou comprar livros Brasileiros. (Pouco incentivo; pouca propaganda, pouco consumo). 

8 - De onde tirou inspiração para escrever a trilogia Reinados?
Desde minha infância fui uma criança sonhadora que antes de dormir ficava horas imaginando histórias de romances. E desde lá até os dias de hoje continuo sempre sonhando acordada antes de dormir e foi em uma dessas noites em que não tinha nada para ler, que comecei a me imaginar em uma história de romance em um dos palácios que visitei enquanto viajava na Alemanha. Assim que as ideias começaram a vir para minha cabeça decidi começar a escrevê-las. E hoje estamos aqui com Sangue de Princesa escrito e com os outros livros ainda em minha cabeça. 
Obs: Coração de Princesa, segundo livro da trilogia já está sendo escrito. 

9 - Fale mais sobre Sangue de Princesa e a Trilogia Reinados.
Sangue de Princesa foi o primeiro livro que escrevi. Inicialmente comecei a escrevê-lo por diversão, após um tempo continuei a escrevê-lo para divertir algumas garotas, e agora escrevo também a continuação da Trilogia, Coração de Princesa tendo um propósito. Propósito do qual me orgulho muito em dizer, que é poder ajudar doando 30% do valor que conseguir com estes livros para uma instituição que abriga pessoas que estão na fila de transplante em porto alegre. Agora você leitor se pergunta: -Por que eu faria isso? E eu respondo: -Faço isso por que meu pai, que já não está mais presente entre nós, também esteve nesta fila. Mas voltando ao assunto a trilogia é composta pelos livros:
❥ Sangue de Princesa (já lançado)
❥ Coração de Princesa (lançamento em 2016)
❥ E o último título ainda é segredo...

10 - Você pode adiantar algo sobre Coração de Princesa, o segundo livro?
A única coisa que posso adiantar sobre Coração de Princesa é que se você se surpreendeu com o final de Sangue de Princesa, você se surpreenderá mais ainda com o segundo livro da trilogia. (Risos mais maléficos ainda da autora).

11 - E para fechar, manda uma mensagem para os seus leitores!


Abraços Mayrluci M. Kappes

Conheça Sangue de Princesa, primeiro volume da Trilogia Reinados:

Após um convite inesperado do rei, a vida de Aurora Avin passa de pacata e desinteressante para uma vida cheia de romances, aventuras e mistérios a serem resolvidos...Tudo o que era antes simples para Aurora se torna complicado. Sua amizade com o comandante Cassian se torna um pequeno desastre amoroso e sua paixão pelo príncipe Matthew se torna insuportável de evitar. Três corações envolvidos, um deles terá de se quebrar? Descubra lendo Sangue de Princesa.

Leia a minha resenha de Sangue de Princesa aqui❤ Beijos.

Resenha: Sangue de Princesa, Vol 1 da Trilogia Reinados - Mayrluci M. Kappes

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Hoje vim falar da última leitura que fiz. Conheci Sangue de Princesa por acaso pelo Instagram, e logo me encantei pela história. Comprei o ebook na Amazon e assim que comecei a ler não consegui mais me desgrudar do meu Kindle até acabar a leitura.

Título: Sangue de Princesa
Trilogia: Reinados - Vol 01
Autora: Mayrluci M. Kappes
Gênero Romance, Distopia, Literatura Brasileira
Número de Páginas: 265
Editora: Publicação Independente (em breve lançamento pela editora Pandorga)
Skoob


Sinopse: Após um convite inesperado do rei, a vida de Aurora Avin passa de pacata e desinteressante para uma vida cheia de romances, aventuras e mistérios a serem resolvidos... Tudo o que era antes simples para Aurora se torna complicado. Sua amizade com o comandante Cassian se torna um pequeno desastre amoroso e sua paixão pelo príncipe Matthew se torna insuportável de evitar. Três corações envolvidos, um deles terá de se quebrar? Descubra lendo Sangue de Princesa.

"E principalmente quero que você saiba que para ser uma rainha a beleza de seu corpo pouco importa, mas sim a pureza de seu coração."

Sangue de Princesa possui um enredo cativante, que te prende a cada novo capítulo. Se você gosta de distopias e romances, leia esse livro! É simplesmente apaixonante! 

Aurora Avin é a personagem principal do livro, uma garota simples e linda que vive em um castelo. Ela é uma das criadas do Reino de Gade. Aurora não possui uma vida fácil, sempre trabalhou duro para viver e mesmo sem conhecer seus pais, recebeu muito carinho de sua tia Sonya Avin, que é uma das melhores cozinheiras do castelo. 

Após alguns acontecimentos importantes (que não irei citar para evitar spoilers), Aurora se vê em um dilema amoroso daqueles: o seu amigo de infância e supergostoso Comandante Cassian, ou o amor proibido do incrivelmente sedutor Príncipe Matthew. Mas seus problemas não se resumem a apenas um dilema amoroso, Aurora se vê em meio ao caos quando o Reino de Gade e os outros reinos aliados sofrem ataque do Reino Escuro (e por trás disso há muita coisa que precisa ser revelada!).

E ainda por cima ela precisa desvendar um mistério que o Lorde Zaque deixou para ela logo após o seu aniversário de dezessete anos.

Demorei dois dias para ler o livro todo, pois ele possui uma leitura tão leve que flui rapidamente e quando vi já havia acabado. E chorei por ter acabado tão rápido! O que me conforta é que não estou sozinha nessa espera louca pelo próximo livro, a autora possui um grupo e uma página no facebook, onde interage diretamente com suas leitoras. Ela está sempre presente no grupo e posta citações, e dá dicas, e alimenta nosso amor por esse mundo incrível que ela foi capaz de criar. Ela é um amor mesmo, concordam?

Sangue de Princesa é intenso, é divertido, é imprevisível, é cativante e me deixou louca para ter o livro físico. O que logo logo será possível, pois a autora assinou contrato com a editora Pandorga!!! #AIMEUCORAÇÃO!

Super recomendo a leitura para quem gosta de romance, aventura, reviravoltas, enigmas e muitooos homens gatos! E não vejo a hora de ler Coração de Princesa, o segundo livro da trilogia! Gente, que ansiedade! E a autora já divulgou que o segundo livro ficará pronto ainda em 2016!(Preciso dizer que ainda não me decidi se sou #teamCassian ou #teamMatthew, porque os dois mexeram com o meu coração de formas diferentes e eu no lugar da Aurora também estaria perdidinha!)

E aí o que acharam? Você já leu Sangue de Princesa? Ficou com vontade de ler? Me diz aí nos comentários! Beijos.

TAG: Hábitos de Leitura

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Hoje eu vim responder a TAG Hábitos de Leitura, que a Thamy do blog Ilustra Pyxis me indicou. São 7 perguntas sobre nossos hábitos de leitura. Achei bem legal, pois sempre fico curiosa em saber como as pessoas leem.

1 - Quando você lê? (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo)
Sempre que eu tenho um tempo livre. Mas normalmente leio à noite ou madrugada.

2 - Você lê apenas um livro de cada vez?
Não. Tenho mania de ler vários livros ao mesmo tempo, mas quando é um livro que eu estou amando eu deixo os outros de lado e leio ele primeiro.

3 – Qual seu lugar favorito para ler?
Meu quarto. É onde eu quase sempre estou. Mas tem outros dois lugares que eu AMO ir para ler e que me dá muita paz que são: a biblioteca pública daqui de BH e a Praça da Liberdade, que fica do lado da biblioteca.

4 – O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste o filme?
Leio o livro.  

5 – Qual formato de livro você prefere? (áudio-livro, e-book ou livro físico)
Com certeza eu prefiro o livro físico! ❤ Mas atualmente eu tenho beeeem mais e-books do que livros físicos, por motivos de: falta de espaço!

6 – Você tem algum hábito exclusivo ao ler? 
Sempre leio com um caderninho do lado para fazer anotações sobre a leitura, gosto de ouvir música enquanto leio, e normalmente eu leio deitada. :)

7 – As capas de uma série tem que combinar ou não importa?
Por favor! Gente, acho que eu tenho TOC com isso! Sempre gosto das coleções (de qualquer coisa) certinhas, nas ordens certinhas, tamanhos certinhos. Odeio quando não seguem um padrão nas capas ou de tamanho!

Bom, essas foram as minhas respostas. Obrigada por me indicar para responder a essa TAG, Thamy! ❤ Vou deixar a tag aberta para quem quiser responder, basta linkar o post, tá?

E aí, o que acharam? Tem alguma curiosidade ou pergunta? Deixa aqui nos comentários que eu vou adorar responder! Beijos.