TAG: Daydream | Mais sobre o blog

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Que saudade de responder tags aqui no blog! Hoje vim responder a tag do grupo Daydreamum grupo de blogueiros que eu faço parte e que é puro amor! ❤ O Daydream é um grupo para interação no facebook  (divulgação também, mas o foco principal é a interação), onde todo mundo pode trocar ideias, pedir opiniões, dar dicas, fazer amizades... O que eu acho mais legal no grupo é que realmente o pessoal se ajuda, sabe? É muito lindo! 

Quem me indicou para responder a tag foi a Jaque, do blog Maratona de Hobbies. Valeu Jaque!

As regras para participar da tag:

❥ Fazer parte do Daydream.
 Responder às 15 perguntas propostas.
 Indicar 3 blogs pra responder a tag.

Perguntas:

1 - Como surgiu o nome do seu blog?

Para quem não sabe, o blog recentemente passou por mudanças radicais no nome, no endereço, no layout e identidade visual, mudou de nicho... Por que? Porque fui hackeada e mesmo conseguindo recuperar o conteúdo, o meu domínio ficou bloqueado e eu tive que recomeçar. Aí eu decidi fazer das dificuldades uma forma de crescimento e abracei a mudança.
Antigamente o nome era Ei Carol, Leia! que era uma forma de incentivo pessoal à leitura, como um lembrete diário: "Ei,  Carol! Pára de enrolar e vai ler um livro!". Depois da mudança, eu decidi mudar o nicho do blog de literário para pessoal, o que me daria mais liberdade para abordar mais temas aqui no blog, então ficou apenas Ei Carol!. E confesso que estou amando esse novo nome! 

2 - Qual foi seu primeiro investimento? Se arrepende?

Meu primeiro investimento foi o domínio. Quando o blog era literário, eu usava o endereço: www.eicarolleia.com.br. E agora uso o endereço: www.eicarol.com.br. Não me arrependo em nada, pois acho essencial ter um domínio próprio.

3 - Se você fosse convidada para um programa de TV por ser blogueira, qual programa você gostaria de ir?

Sinceramente? Não faço ideia, porque não assisto TV! Além do mais, sou super tímida e não tenho vontade nenhuma de aparecer na TV.

4 - Quem te inspira? O que te levou a fazer o primeiro post?

Eu tenho muitas pessoas como inspiração, exitem tantos blogs bacanas e tantas blogueiras que são uns amores que não é muito difícil se encantar por elas. Cada uma tem uma particularidade que me inspira, vou listar algumas:
 Gabs do Eai, Gabi? possui uma energia tão bacana, uma alegria tão cativante que é impossível não dar ao menos um sorriso assistindo aos vídeos dela.
 Mandy do Mandy Francesa é hilária! Gente, sério! Ela é super divertida! Vivo dando risadas com as coisas que ela conta.
 Lu do Achei as Palavras é um amor de pessoa! Ela sempre aparece com as palavras mais sinceras e disposta a ajudar os outros.
 Laura do A Menina da Janela está sempre ajudando as pessoas, sem falar que ela é linda e possui uma delicadeza e simplicidade ímpar!
 Luana do Entre Anas inspirou em mim o desejo de ouvir aquela vozinha interior e buscar mais informações sobre feminismo e emponderamento.

O meu primeiro post foi falando porque eu decidi criar o blog (que na época falava exclusivamente sobre literatura), e escrevi ele porque eu queria ter um espaço só meu, com a minha cara, para falar sobre o que eu gosto.

5 - Já conseguiu parcerias? Dê dicas de como conseguir.

Já consegui parcerias com blogs e com autores. Acho que criar conteúdo de qualidade e fazer uma boa divulgação do seu trabalho ajuda muito, também acho que interagir em grupos específicos para o seu interesse é essencial.

6 - O que já investiu no seu blog/canal e o que pretende investir futuramente?

Como disse, já investi no domínio (que acho essencial). Futuramente pretendo investir em um layout exclusivo e identidade visual para o blog e redes sociais. 

7 - O que mudou na sua vida depois de criar um blog/canal?

Conheci muita gente interessante, fiz amizades, aprendi muito! E continuo aprendendo diariamente.

8 - Quais são os melhores meios de divulgação?

Eu quase não divulgo o blog :( Isso é algo que preciso melhorar! Mas quando divulgo, faço pelas redes sociais do blog e em grupos que participo no facebook. Comentar em outros blogs também é um ótimo meio de divulgação (mas comentários coerentes com o post, que mostrem que você realmente leu o post).

9 - Há quanto tempo você tem o blog/canal?

Há 7 meses. 

10 - O que te motiva a continuar o blog/canal?

O que mais me motiva é o bem que o blog me faz, ter o meu cantinho para expor minhas ideias, poder criar algo para que no futuro eu use como crescimento pessoal. Algo para me inspirar a ser alguém melhor.

11 - Qual a frase inspiradora que faz com que você continue em frente?

"Eu quero, eu posso, eu consigo!"

12 - Quem você entrevistaria?

Angelina Jolie, Emma Watson, J. K. Rowling... A lista é grande kkkkk.

13 - Qual sua opinião sobre o bloqueio criativo? E qual seu método para combater?

Bloqueio criativo é algo muito normal para nós que trabalhamos diariamente com a criatividade. E quando o bloqueio aparece eu procuro inspirações nos meus blogs preferidos, ouço músicas que me deixam feliz ou que me deixam animada, assisto séries, saio para me divertir... Resumindo, faço coisas que me deixam feliz, assim volto cheia de ideias legais.

14 - Qual sua banda favorita? Já foi ao show? Como foi?

Não tenho banda preferida e nunca fui em um show.

15 - Qual sua música para momentos tristes?

Não tenho uma música específica, só coloco minha playlist do Spotify no aleatório e deixo rolar.

Indicados para responder a tag:
 Isabella, do blog Me Chama de Bella
 Pollyanna, do blog Brilha, Amiga!
 Gaby, do blog Midnight Skies

E aí, gostaram da ta? Já conheciam o grupo Daydream? Tem alguma pergunta? Me diz aí nos comentários! Beijos.

52X5 - Semana 3: Coisas pra se fazer no calor...

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Hoje é dia de mais um post do Projeto 52x5 (clique aqui para conferir a lista de temas do projeto e os posts que eu já fiz), o tema da vez é Coisas pra se fazer no calor
Eu particularmente prefiro o frio, por isso a minha lista de hoje reflete bem o que eu acho do calor.

1 - Tomar sorvete loucamente.


Eu amo sorvete, independente se está calor ou não. Mas quando está calor a minha vontade é de tomar sorvete o tempo todo e mesmo assim o calor não passa!

2 - Suar horrores.


Eu detesto ficar suada! Detesto! E quem usa óculos (como eu) ainda sofre um pouco mais, porque o suor fica acumulando na voltinha onde o óculos apoia no nariz e quando tiramos o óculos o suor escorre todo pelo rosto!

3 - Fazer a dança do ventilador.


Ótimo programa em família numa tarde quente. SQN! Não sei o que é pior, ter o vento quente que o ventilador espalha ou derreter sem vento nenhum.

4 - Morrer de sede.


Gente, eu sou uma pessoa que ama beber água! Normalmente eu já bebo bastante água, mas quando está calor inevitavelmente a quantidade de água ingerida aumenta. Mas sabe aquela sensação de ter acabado de beber 1 litro de água e continuar com sede? Pois é! 

5 - Não conseguir dormir por causa dos pernilongos.


Eu tenho um sono muuuito leve, e detesto barulho no quarto na hora de dormir, se tiver um zumbido de pernilongo sequer no quarto fico horas rolando na cama sem conseguir pegar no sono.

Então, você gosta do calor? Ou é como eu que prefere o frio? Me diz aí nos comentários! Beijos.

52X5 - Semana 2: Eu nunca…

terça-feira, 10 de maio de 2016

Hoje é dia de mais um post do Projeto 52x5 (se você não viu o post da primeira semana, onde listei as coisas que me fazem ficar feliz clique aqui), o tema da vez é Eu nunca,  que consiste em listar 5 coisas que eu nunca fiz. 

1 - Nunca tomei um porre.
Sempre fui muito fraca pra bebida, e por saber disso nunca exagerei. Eu bebia raramente e apenas socialmente, mas por não ser algo relevante na minha vida, há alguns anos decidi parar de beber totalmente. Vejo as pessoas contarem com muito orgulho as histórias de quando estavam bêbadas, mas sinceramente eu acho isso bem humilhante. Perder o controle da consciência, do meu corpo e passar vergonha? Não mesmo!

2 - Nunca comi pizza doce.
Não por opção tá? Porque sou doida pra comer pizza de nutella com morango, banana com caramelo, brigadeiro com confetti... Ai gente tô com fome!

3 - Nunca consegui usar o poder da mente para me livrar de pessoas inconvenientes.


Sem comentários, né?

4 - Nunca quebrei nenhum osso do meu corpo.
Eu sou muito desastrada, vivo tropeçando, me machucando. Mas nunca quebrei um osso do corpo (quando criança era doida pra colocar gesso e fazer mil desenhos e pedir assinaturas kkkk quem não?).

5 - Nunca recebi a minha carta de Hogwarts.


Ainda espero minha carta de Hogwarts chegar, acho que minha coruja se perdeu, ou o tio do correio pegou pra ele (snif!).

E você, o que nunca fez? Me conta aí! Beijos!

Eu não sou nada sem você

domingo, 8 de maio de 2016
Foto pessoal, favor não reproduzir


Sim, essa sou eu com uns 2 ou 3 anos ao lado da minha mãe! 

Pensei em muitas formas de começar essa carta, mas nenhuma delas era boa o bastante. Então vou dizer o que sempre digo a você: Eu não sou nada sem você, mãe.

Eu não sou nada sem você, porque você é meu porto seguro, é a razão para eu estar onde estou hoje e ter me tornado a mulher que sou.

Foi você que ficou ao meu lado quando tudo pareceu desmoronar na minha vida e mesmo nas vezes que eu não mereci seu apoio. você me apoiou. Tudo o que eu sou e todas as conquistas que tive na vida, eu devo a você e ao seu apoio e incentivo. E eu ainda vou dedicar aquele diploma a você, pode ter certeza!

Com você aprendi que a vida não é fácil, e aprendi que devemos lutar por nosso objetivos. Você sempre me mostrou a verdade, e como lidar com as consequências dos nossos atos.

Sabe, eu aprendi a ver você não só como mãe, mas também como minha melhor amiga. Amiga de verdade, porque eu sei que posso confiar em você e sei que mesmo quando eu estiver errada você vai me orientar a agir da melhor maneira.

Aprendi que além de mãe e amiga, você é uma pessoa normal. Sim, uma pessoa normal, com sentimentos, sonhos, medos e inseguranças. Uma pessoa normal que também erra, mas que tem dignidade de assumir os erros. Mãe, eu tenho tanto orgulho de ser sua filha! Sempre te digo isso e repito: Você é o meu maior exemplo na vida. A mãe que um dia eu quero me tornar, a mulher que um dia eu quero ser. 

Você tem um coração enorme, e é a pessoa mais boa que eu conheço. Com você eu aprendi a amar os animais e a cuidar dos cachorros de rua, mesmo quando não podemos ficar com eles. Diariamente vejo você ajudando as pessoas com seus problemas, até mesmo quando você não pode fazer muito por eles.

Você sempre foi um grande exemplo de pessoa, do qual eu pretendo seguir. Eu e o João somos os filhos mais sortudos por termos uma mãe tão dedicada como você. E você sabe o quanto precisamos da sua presença ao nosso lado diariamente. Em tudo o que fazemos, sempre procuramos você. Seja para a sua aprovação, ou simplesmente para conversar. Afinal, você é nossa mãe e amiga. 

Eu gostaria de poder dar o mundo a você. Todas as coisas das quais você tivesse vontade, pois você merece só coisas boas, as melhores! Um dia eu irei. 

Eu te amo mais que tudo na vida, mãe. Você é o espelho que reflete o que eu quero me tornar, e é a lembrança mais linda de toda a minha vida. Todas as coisas pelas quais passamos juntas e tantas outras que ainda iremos passar. 

Te amo.

Depois que te conheci...

sábado, 7 de maio de 2016

Eu jamais imaginaria que chegaríamos tão longe. Não me leve a mal, não é que eu não acreditava em nós. É que eu não acreditava mais no Amor.
Amor... Passei anos da minha infância e adolescência sonhando com o dia em que eu fosse encontrar o meu amor. Sabe aquele "amor verdadeiro" dos filmes? Eu sonhava em viver um.
Mas para reconhecer o real, antes encontramos o falso pelo caminho. É... Eu tive falsos amores. Que se foram, mas deixaram várias marcas e cicatrizes profundas, das quais eu só queria me esquecer.

Aí você chegou, da forma mais inusitada possível. E mais rápido do que eu pude perceber, você conseguiu derrubar todas as barreiras que eu havia construído para me proteger. Você não chegou de mansinho, você chegou como um furacão. 

Logo no nosso primeiro encontro, eu soube. Mas tive medo de acreditar que fosse possível. Não queria ficar vulnerável novamente, não depois de ter conseguido me recuperar. Afinal, amor à primeira vista é coisa de livros e filmes, certo?

Eu tinha medo do amor, e disse isso a você. E você foi paciente, me mostrou que amor de verdade cura. E o temido "eu te amo" que eu me recusava a dizer, um dia saiu naturalmente. E foi uma sensação maravilhosa dizer isso a você!
     
Cinema. Carcassone. E um pedido que parou o meu coração por alguns segundos: "Eu tive uma ideia... Quer namorar comigo? Não posso te perder." 
Meu coração estava acelerado. Eu perdi a fala. Perdi o ar.
Me lembro de pensar: "Ele deve estar brincando, ou é completamente doido. Tivemos apenas três encontros e ele está me pedindo em namoro?" 
Mas me surpreendi quando me vi sorrindo e acenando com a cabeça dizendo que sim. "Carolina, o que você está fazendo? Você nem conhece esse cara!" Mas no fundo eu senti aquilo que só sabemos o que é quando já estamos sentindo. Aquilo que não dá para lutar contra.
Foi estranho voltar para casa naquele dia. Não parecia ser real. Mas era.
E só me toquei de que era mesmo real quando você estava na minha casa, pedindo aos meus pais permissão para me namorar. 

Lembra que eu te disse, em um dos nossos primeiros encontros, que naquele dia eu havia sorrido mais vezes do que no último ano inteiro? Não era uma brincadeira.

Depois que eu te conheci a minha vida mudou. Diferente de tudo o que eu já havia sentido antes, você trouxe sentimentos que eu nem sabia que existiam. 
Todos os dias ao seu lado são incríveis! Gostamos praticamente das mesmas coisas, temos praticamente as mesmas manias. "De todos os loucos do mundo eu quis você, porque a sua loucura parece um pouco a minha."
Ao seu lado nenhum dia é igual. Não existe dia chato. Mesmo quando não tem nada para fazer, ou quando fazemos as mesmas coisas de sempre, você faz ser diferente. Você faz ser divertido.

Você possui todas as qualidades que eu admiro em uma pessoa. É educado, é super carinhoso, é a pessoa mais inteligente que eu conheço, é protetor, é engraçado, é determinado e corre atrás dos seus sonhos.
Você tem um sorriso tão lindo! Sabe aquele sorriso que faz os olhos brilharem? Eu me apaixonei pelo seu sorriso, e me apaixono por você todos os dias novamente. E nossa, como você é cheiroso! Você sabe o quanto amo seu perfume, né? #cabramacho!
Você é chato. Teimoso. Vive fazendo pegadinhas comigo e me dando sustos. Vive encontrando mais um apelido pra mim. E eu amo cada chatice e mania sua!

Você me aceita como eu sou. Com os meus defeitos, inseguranças e manias. Meus medos, meus sustos e sonecas repentinas. 
Você apoia meus sonhos, meus projetos, e me incentiva a ser alguém melhor. Você me conhece e me entende. Você é o meu melhor amigo, meu parceiro, meu companheiro. 

Amanhã é um dia tão especial, é o seu dia, o dia em que você nasceu e trouxe luz pra vida de muitas pessoas. E é também o dia em que comemoramos mais um mês juntos. Mais um mês de felicidade ao lado do homem que eu amo.
Sou muito grata por ter conhecido você, mesmo. 

Te amo muitãozão!

Resenha: O Céu é Logo Ali - Lilian Farias

quarta-feira, 4 de maio de 2016
Título: O Céu é Logo Ali
Autora: Lilian Farias
Gênero Romance, Literatura Brasileira
Número de Páginas: 126
Editora: Editora Divas
Skoob


Sinopse: "O céu é logo ali representa a liberdade que são as borboletas e os pássaros. Dolores Clarice são mulheres que buscam tal liberdade. Dolores é uma mulher de muitas experiências; de vida simples e sem amigos. O único amigo que possui é esquizofrênico e a trata com muito carinho. Clarice é cheia de mimos e sempre teve de tudo, mas o que as liga são suas tribulações de sentimentos e busca por liberdade. Dolores fica encantada com o mais simples dos gestos, um pingo de chuva sobre a pele faz dela a pessoa mais feliz e livre do mundo. Já Clarice tem a vida dos sonhos, porém o destino pode destruí-lo com rapidez. O livro da Lilian é profundo e tocante. Ele nos mostra que devemos aproveitar o momento porque tudo pode acabar em um piscar de olhos." (Fernanda Bezerra) 

❥ Livro cedido pela autora para resenha. 

Já conhecia a escrita da Lilian pelo seu blog Poesia na Almae quando tive a oportunidade de ler O Céu é Logo Ali eu logo topei, pois me encanta a forma como ela consegue tocar a gente com as palavras. Tem entrevista com a Lilian aqui, passa lá pra conferir!

Foto pessoal, favor não reproduzir

Quando iniciei a leitura, eu esperava algo diferente do que foi apresentado. Mas fui surpreendida por um turbilhão de emoções!

Sua escrita densa requer do leitor atenção exclusiva à leitura, pois nos traz reflexões sobre vários aspectos da vida.

O livro conta a história de duas mulheres que vivem vidas completamente diferentes, mas que no fundo buscam a mesma coisa: liberdade. E no decorrer da leitura vamos nos envolvendo e identificando cada vez mais com as histórias de Dolores Clarice.

Dolores, solteira aos 30 anos, sem família ou namorado, sem objetivos, trabalha em um bar e vive sem muitas pretensões. Mas um dia resolve se libertar do casulo em que vive e alçar voo.

Já a palavra que define Clarice é intensidade. Diferente de Dolores, Clarice vive uma vida intensa, tendo tudo o que quer, com todos ao seu redor e fazendo muitos planos. Vive um amor lindo com Luís, o seu noivo. Mas sua vida muda drasticamente depois de um acidente, e a partir daí ela luta para se libertar.

“Quem interrompe o processo de metamorfose, deixa uma borboleta sem asas.”

São duas histórias diferentes, narradas alternadamente. O que, para mim, funcionou muito bem. Me senti presa à leitura e cada reflexão mexeu muito comigo, por vezes me levando às lágrimas.

A leitura desse livro só veio a confirmar o que antes eu já sabia: Lilian possui um dom tremendo com as palavras! Super recomendo a leitura, com certeza não irão se arrepender!

Foto pessoal, favor não reproduzir

E o livro veio autografado e com um marcador lindo! É muito amor, né gente? 

E você, já leu O Céu é Logo Ali? O que achou? Me diz aí! Beijos.

52X5 - Semana 1: Coisas que me fazem ficar feliz...

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Agora que consegui organizar as coisas por aqui quero começar novos projetos no blog, e um deles é o Projeto 52X5. E o tema da primeira semana é: Coisas que me fazem ficar feliz

1 - Meu blog.
Eu jamais imaginaria que um dia o meu blog fosse significar tanto para mim. Principalmente agora nessa nova fase, sinto que estou de frente para uma tela em branco e que agora posso explorar todas as possibilidades de mim mesma. Como diz o ditado: "Há males que vêm para o bem", não é mesmo?

2 - Assistir séries com o boy. 
Uma das coisas que eu e o meu namorado mais fazemos juntos é assistir séries (se preparem para ver muitos posts sobre séries por aqui), e é tão bom que isso com certeza tinha que estar na lista. Ter alguém para comentar sobre aquele episódio da sua série preferida é maravilhoso, né? Principalmente quando seus gostos são parecidos. 

3 - Livros!
Já viu como crianças ficam em lojas de doces? Sou eu com um livro novo (mesmo tendo uma pilha de não lidos me encarando da estante).

4 - Comer.
EU AMO COMIDA! Sou gorda sim, e amo comer. Pizza, chocolate, sorvete, sanduíche e tudo o que é tipo de comida boa. Quem não?

5 - Ouvir música bem alto.
O povo lá de casa que o diga! Não tenho um estilo preferido (mas o bom e velho rock tem o seu lugarzinho, né?), vou curtindo o som e quanto mais alto melhor. Nóis não sabe falar inglês, mas é cada música que nóis canta! 

Bom, essas são algumas das coisas que me fazem ficar feliz. E você, o que te faz ficar feliz? Me conta aí nos comentários! Beijos!